A Noosfera

A Noosfera é a esfera planetária da mente, a camada pensante da Terra. Para entender o que ela significa, devemos nos abrir para os princípios cósmicos e elementais da vida no planeta.

Sendo o revestimento mental do planeta, a Noosfera caracteriza a mente e a consciência como um fenômeno unitário. Isso significa que a qualidade e a natureza dos nossos pensamentos (coletivos e individuais) afetam ela diretamente, e refletem na qualidade do ambiente que ela contém – a já conhecida biosfera.

A Noosfera representa a ruptura para uma nova consciência, uma nova era e uma nova realidade. Esse acontecimento é conhecido como transição biosfera-noosfera.

A biosfera é a unidade de toda a vida do planeta e seu sistema. A Noosfera é a unidade de todos os pensamentos da humanidade, a camada pensante da sociedade que cobre nosso planeta. Ela pode ser interpretada como a soma de todas as interações mentais de todos os seres vivos.

A perspectiva da existência da Noosfera como um evento evolucionário foi antecipada por Pierre Teilhard de Chardin, um paleontólogo francês, bem como seu colega (com o qual cunhou o termo em 1926), o geoquímico russo Vladimir Vernadsky.

“O processo histórico está mudando dramaticamente em frente aos nossos olhos. A humanidade como um todo está se tornando uma poderosa força geológica. A humanidade está notando que é necessário reconstruir a biosfera e libertar-se do pensamento de que os seres humanos são entidades separadas do universo. Esse novo estado de mundo do qual estamos nos aproximando sutilmente sem perceber se chama ‘Noosfera’.”

– V.I. Vernadsky

No estudo da Lei do Tempo, a Noosfera é referida, principalmente, como uma manifestação do Banco Psi, visto que ambos funcionam como um sistema de depósito e retirada de programas mentais.

A internet é um banco de informações acessados via uma interface tecnológica mecânica, mas de certa forma é parecida com uma representação material da Noosfera. A diferença entre a Noosfera e a internet é que a Noosfera é uma rede de conhecimento atemporal consciente, acessada através de um processo orgânico de telepatia, como um insight, possibilitada por uma conexão limpa e fluida com a consciência do planeta.

Na teoria, quando uma parcela significativa da população tomar consciência e praticar a transição biosfera-noosfera, a espécie humana irá experienciar coletivamente a conexão telepática, o sentimento de Somos Um.