O Dia Fora do Tempo

Caindo sempre em 25 de julho do calendário gregoriano, o Dia Fora do Tempo é para o Calendário de 13 Luas como um “equivalente” ao Ano Novo do dia primeiro de janeiro.

Considerando que a contagem de 13 Luas de 28 dias resulta em um Anel Solar de 364 dias, o Dia Fora do Tempo age como um fator adicional de ascensão na contagem.

O Dia Fora do Tempo está, como seu próprio nome diz, fora do tempo. Ele não está dentro de uma semana (heptal de 7 dias) e nem dentro de uma Lua de 28 dias.

Ele está entre um ano e outro: após o 28º dia da 13ª Lua do ano atual e antes do 1º dia da 1ª Lua do ano seguinte, agindo assim como um salto na espiral da contagem do tempo.

Quando conscientes do fator cíclico do tempo, abertos ao tempo natural e libertos da limitação linear transmitida pelo calendário gregoriano, o Dia Fora do Tempo é como um salto quântico para nós e para o planeta.

Ele é a oportunidade para reciclar, recomeçar, deixar ir. É o dia para celebrar o tempo na forma de arte.

Dia Fora do Tempo

A arte é a base da paz, e disseminar a paz através da cultura é o um dos objetivos do Calendário de 13 Luas de 28 dias.

Quando você celebra o princípio de que “tempo é arte“, está promovendo a paz através da cultura.

No dia 26 de julho, o primeiro dia do ano no Calendário, inicia-se um novo ciclo com o nascimento astronômico da estrela Sirius, que se eleva no horizonte junto com o Sol, limpando e purificando a todos.

Isso mostra que o Calendário de 13 Luas não é apenas baseado nas medidas das órbitas terrestres, solares e lunares, mas também é codificado a partir dos ciclos galácticos do tempo.

A harmonia é o principal significado do Dia Fora do Tempo!